Link de exemplo

Voltar para Notícias

Tutela Coletiva e Cível

CAO-Cível cria núcleo regional para atuação protetiva de direitos sociais

Medida visa trabalho integrado dos Promotores de Justiça da região da Cantareira

O Ministério Público, por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça (CAO-Cível), área de Direitos Humanos, criou, no último dia 27 de agosto, o núcleo regional para atuação integrada na área de atuação protetiva de direitos sociais, denominado Núcleo Cantareira.

Promotores durante reunião para a criação do Núcleo Cantareira

A criação do núcleo foi articulada pelo Promotor de Justiça Roberto de Campos Andrade, Coordenador do CAO-Cível, também presente à reunião. Os trabalhos terão início na área da saúde mental para acompanhamento da implantação da Rede de Atuação Psicossocial, decorrente de convênio firmado pelo MP-SP com a Secretaria Estadual de Saúde. O trabalho fundamenta-se no cumprimento do Ato 671/10, do Procurador-Geral de Justiça.

Participaram da reunião para a criação do Núcleo os Promotores de Justiça Maria Carolina de Antonaccio (Franco da Rocha), Ana Luisa Nazar de Arruda (Caieiras), Leandro Henrique Leme (Cajamar), Fernando Vernice dos Anjos (Francisco Morato), e a Assessora do CAO-Cível Aline Zavaglia.

A Promotora Maria Carolina de Almeida Antonaccio, de Franco da Rocha, foi escolhida como Secretária-Executiva do Núcleo Cantareira.