Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

Investigação do GAECO e da PM leva à prisão de suspeito do assassinato de policial militar em Santos

Homem tinha oito mandados de prisão expedidos contra ele

Investigação conjunta do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) - Núcleo Santos e da Polícia Militar resultou, na madrugada dessa quinta-feira (17/07), na prisão de Janderson Alex Abraão Fernandes, o “Nhenheco”, suspeito do homicídio do policial militar Paulo Rogério Moreira, fato ocorrido em 08/11/11, durante uma tentativa de roubo.

Além disso, “Nhenheco” já está denunciado a Justiça pela prática de pelo menos 9 roubos com emprego de arma de fogo e de 8 homicídios tentados, praticados na comarca de Santos. “Nhenheco” era considerado foragido e tinha 8 mandados de prisão preventiva expedidos contra ele.

De acordo com a investigação, a atuação criminosa de Janderson e de seus comparsas se concentrava nas imediações dos morros do São Bento, Pacheco, Penha, Nova Cintra e Saboó, em Santos, região denominada como “Complexo dos Morros”. Ele atuava principalmente em roubos e latrocínios a motoristas que utilizavam as vias de acesso a Santos, e em roubos a estabelecimentos comerciais, sempre com emprego de arma de fogo.

Como vítimas dos homicídios figuram, em sua maioria, policiais militares que eram acionados após os roubos e acabavam sendo recebidos a tiros por “Nhenheco” e seus comparsas.
“Nhenheco” foi localizado e detido por Policiais Militares do 4º Batalhão do Policiamento de Choque (COE) em uma chácara em Pedro de Toledo/SP, cidade a 110 Km de Santos. No local foram apreendidos dinheiro, munições de vários calibres, uma carabina beretta calibre .37, uma touca tipo ninja, uma porção de maconha, e uma Pistola .40, pertencente à Polícia Militar do Estado de São Paulo e que havia sido roubada em março de 2013.
A ocorrência foi encaminhada à DISE de Itanhaém.