Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

Investigação do MP-SP leva à prisão do ex-médico Roger Abdelmassih

Uma investigação do Ministério Público do Estado de São Paulo resultou, na tarde desta terça-feira (19/8) na prisão do ex-médico Roger Abdelmassih, condenado em 2010 pela Justiça à pena de 278 anos de reclusão pela prática, em São Paulo, de dezenas de crimes contra a dignidade sexual.

O Ministério Público Estadual, por meio dos Promotores de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) – Núcleo Bauru, instaurou procedimento de investigação criminal para apurar novos crimes praticados pelo ex-médico e por terceiro, tais como favorecimento pessoal, falsidade ideológica e falsidade material, realizando diligências em cidades do interior do estado como Avaré, onde houve busca em imóvel rural com autorização da Justiça local e com o apoio da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Ao longo da investigação, ficou evidenciado possível paradeiro do ex-médico no Paraguai e a Justiça estadual, então, autorizou que o Ministério Público fizesse o compartilhamento das provas com a Polícia Federal, que evoluiu nas apurações e, nesta terça-feira (19/8), cumpriu o mandado de prisão expedido contra Abdelmassih, localizado em Assunção, capital paraguaia.

O Ministério Público Estadual aguarda que o sentenciado Roger Abdelmassih seja apresentado às autoridades do estado de São Paulo para cumprir a pena que lhe foi imposta pela Justiça.

Assista aqui o vídeo da coletiva de imprensa: