Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP denuncia 14 membros de quadrilha que roubava caixas eletrônicos no interior

Três policiais militares e um guarda municipal integravam o grupo

Os Promotores de Justica do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) - Núcleo Campinas ofereceram denúncia (acusação formal) à Justiça Criminal de Pedreira contra 14 pessoas acusadas de integrar uma quadrilha que praticava furtos e roubos em caixas eletrônicos no interior do estado. Entre os denunciados estão três policiais militares e um guarda municipal.

De acordo com a denúncia, o grupo atuava desde 2012 em cidades como Campinas, Serra Negra, Jaguariúna, Holambra e Pedreira, explodindo caixas eletrônicos de agências bancárias. Em abril de 2012, a quadrilha roubou R$ 41,8 mil do Banco do Brasil, em Pedreira, cidade onde também roubou R$ 81,1 mil dos caixas eletrônicos do Banco Bradesco. Na mesma data, o grupo ainda tentou roubar o Banco do Brasil, mas os explosivos instalados nos caixas eletrônicos não detonaram.

A quadrilha agia sob cobertura de Rondinei dos Santos Gonçalves, o 'Gonça', guarda municipal em Holambra, e dos policiais militares Luiz Carlos Silva Marchiori, José Idinelson Stracci e Paulo Sérgio Simadon, o 'Geleia', que se encarregavam de monitorar por rádio a localização das viaturas policiais e de afastar a Polícia Militar dos locais escolhidos para os roubos.

Além dos quatro, integravam a quadrilha Paulo Henrique Amaral de Pinho, conhecido como 'Alemão de Pedreira'; Jean Carlo de Barros, o 'Véio Jean'; Jeferson Rodrigo Dias, o 'Véio Jeferson'; José Andson Lourenço da Silva, Sidnei de Lima Souza, o 'Véio Chocolate'; Willian Junior Ribeiro de Oliveira, o 'Bruxo'; João Paulo do Nascimento, Lucas do Nascimento Paixão, Rodrigo da Silva, o 'Podrão', e Luiz Fernando de Souza, o 'Nando'. Todos foram denunciados por formação de quadrilha, furto duplamente qualificado e roubo. O Ministério Público também requereu a decretação da prisão preventiva de todos.