Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP denuncia Delegado de Polícia que atirou em morador de rua em Guarulhos

Policial é acusado de tentativa homicídio duplamente qualificado

O Ministério Público ofereceu, na última terça-feira (12/8), denúncia (acusação formal) à Justiça contra o Delegado de Polícia José Júlio Figueiredo Liza, por tentativa de homicídio contra o morador de rua Celso Barbosa Pereira, crime ocorrido no dia 31 de julho, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O Promotor de Justiça Rodrigo Merli Antunes denunciou Figueiredo Liza pela prática de tentativa de homicídio duplamente qualificada (motivo fútil e recurso de dificultou a defesa da vítima).

De acordo coma denúncia, Celso Barbosa Pereira é morador de rua e estava com sua carroça de coleta de ferro velho nas proximidades da residência do Delegado, em busca de um lugar para dormir e, por ter ingerido bebida alcoólica, dançava e cantarolava na via pública acompanhado de sua companheira.

Ainda de acordo com a denúncia, José Júlio Figueiredo Liza se sentiu incomodado com a situação e, da varanda de sua casa, desferiu vários tiros contra Pereira, que foi atingido no rosto e sofreu uma perfuração de saída na região da nuca. Policiais militares que atenderam a ocorrência prenderam em flagrante o Delegado, que não prestou socorro à vítima.

Para a Promotoria, o homicídio somente não se consumou por circunstância alheia à vontade do delegado (erro de pontaria) e “o ilícito foi manifestamente fútil e desproporcional, tendo o denunciado assim agido apenas pelo fato do ofendido estar dançando e cantando em frente a sua residência, causando assim um pequeno barulho que lhe incomodou”.

A Promotoria pede que o delegado permaneça preso até que a Justiça decida se irá a julgamento por júri popular.

Leia aqui a denúncia.