Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP obtém condenação à prisão de Policiais Civis no Vale do Paraíba

O Ministério Público do Estado de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) - núcleo Vale do Paraíba, conseguiu a condenação de três Policiais Civis de São José dos Campos, por extorsão, falsidade ideológica e abuso de autoridade. A sentença foi prolatada na última terça-feira (13).

A denúncia foi oferecida por Promotores do GAECO em março de 2012, a partir de investigações próprias. Na época, um comerciante acionou os policiais, lotados no 1º Distrito Policial de São José dos Campos, porque sua funcionária havia sido vítima de furto e um dos autores do crime, filmado pelas câmeras de segurança, retornou ao estabelecimento.
Os Policiais analisaram as imagens, detiveram o homem e seu acompanhante e, na sede do Distrito Policial, exigiram o pagamento de R$ 20 mil para que eles não fossem presos em flagrante. Para justificar a diligência, os Policiais registraram um Boletim de Ocorrência com teor falso.

Um dos detidos foi liberado para buscar o dinheiro, mas conseguiu apenas uma parte, combinando o pagamento do restante para o dia seguinte. Eles foram liberados e o autor do furto passou a ameaçar o comerciante, exigindo dele o “ressarcimento” da quantia paga aos Policiais. O comerciante, então, relatou o caso ao GAECO.

Denunciados, os Policiais Civis Nilson Fernandes de Mello, José Amilton Reis da Silva e Hugo de Souza Filho foram condenados às penas de 06 anos e 06 meses de reclusão cada um, com direito de recorrer em liberdade. Também tiveram decretada a perda dos cargos públicos, como efeito da condenação.

Foram denunciados, ainda, dois Delegados de Polícia por prevaricação e extorsão decorrente de omissão relevante, e outras duas pessoas, mas todos foram absolvidos. O Ministério Público ainda estuda eventual recurso contra as absolvições.