Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP obtém condenação a 21 anos de prisão de marido que matou esposa em Itaquaquecetuba

Homem também feriu o filho de dois anos com golpe de faca

O Ministério Público obteve, na última terça-feira (23/09), a condenação, pelo júri popular, de Fábio José Lopes da Silva pelo homicídio de sua esposa, Juliana Cristina Marceli da Silva, e por tentativa de homicídio contra o filho do casal, à época com dois anos de idade. Os crimes aconteceram em fevereiro do ano passado, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. Silva foi condenado a 21 anos de reclusão.

Fábio desferiu cinco facadas na esposa, que morreu no local. O filho do casal foi atingido com uma facada, mas sobreviveu. O homem fugiu do local do crime e acabou detido por guardas municipais que faziam patrulhamento de rotina e o abordaram porque ele corria sem camisa e com o corpo ensanguentado.

Os jurados acataram a tese do Promotor de Justiça Tiago de Toledo Rodrigues, que ofereceu a denúncia, de que Fábio cometeu homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e recurso que dificultou a defesa das vítimas). Atuou no plenário do júri a Promotora Justiça Beatriz Granço, segundo a qual a resposta da Justiça ao crime contribui para inserir no Código Penal a figura do feminicídio.

O Juiz Marcos Augusto Barbosa Filho, que presidiu o Júri, proferiu sentença condenando Fabio José Lopes da Silva a 21 anos de prisão, em regime fechado. Ele não poderá recorrer da decisão em liberdade.