Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP obtém condenação de acusado de matar irmãs em Cunha

Crime aconteceu em março de 2011

O Ministério Público obteve, nesta quarta-feira (3), a condenação de Ananias dos Santos, pela morte de duas irmãs na cidade de Cunha.

Ananias foi julgado pelo duplo assassinato das irmãs Josely e Juliana em março de 2011. Elas tinham, à época do crime, 15 e 16 anos, respectivamente e desapareceram quando voltavam da escola. As investigações concluíram que elas foram mortas a tiros e o motivo do crime teria sido a rejeição de uma delas em ter um relacionamento com Ananias, autor dos disparos.

Ananias foi condenado a 42 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado, com motivo fútil e sem possibilidade de defesa das vítimas.

Houve pedido de desaforamento do Júri, em razão da enorme comoção social que o caso teve na cidade de Cunha. O Tribunal de Justiça decidiu pela realização na cidade de São José dos Campos. O Júri foi presidido pela Juíza Beatriz Afonso Pascoal. Atuou pelo Ministério Público o Promotor de Justiça Fábio Antonio Xavier de Moraes.