Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP obtém condenação de homem que matou a ex-mulher e o namorado

Crime aconteceu no batizado do próprio filho

A Justiça condenou a 40 anos de prisão Pedro Felix dos Santos, que em fevereiro matou a ex-mulher e seu namorado dentro de uma igreja em Guarulhos, durante o batizado do próprio filho. O julgamento aconteceu na última quarta-feira (30/7), em Guarulhos.

De acordo com a Promotoria, Pedro Felix ficou descontente por não ter sido convidado para o batizado do filho e também por ter sabido, por aqueles dias, que sua ex-esposa estava morando com um novo namorado.

Ele entrou na igreja, dissimulou sua intenção, assistiu à cerimônia de batismo calmamente e, após conversar amistosamente com diversos parentes, sacou de um revólver e descarregou na cabeça e no tórax das vítimas. Ele ainda acertou acidentalmente mais três pessoas, que sobreviveram. Pedro estava afastado do lar conjugal por força de medida protetiva por cerca de um ano e não procurava os filhos desde então.

A decisão dos jurados foi favorável ao MP e Pedro foi condenado a 40 anos 7 meses e 15 dias de prisão e permanecerá preso preventivamente. As qualificadoras acolhidas foram motivo torpe (vingança), geração de perigo comum (igreja lotada com cerca de 150 pessoas) e recurso que dificultou a defesa das vítimas (dissimulação).

Atuou pelo Ministério Público o Promotor de Justiça Rodrigo Merli Antunes. O júri foi presidido pela Juíza Maria Gabriela Riscali Tojeira.