Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

MP oferece mais sete denúncias contra integrantes da Máfia do Asfalto

Já são 15 acusações formais contra grupo acusado de fraudar licitações

Os Promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) -Núcleo São José do Rio Preto, em atuação conjunta com as Promotorias de Justiça de José Bonifácio, Monte Aprazível, Macaubal, Taquaritinga, Itajobi e Tabapuã, ofereceram mais 7 denúncias (acusações formais) à Justiça por crimes de fraudes a licitações praticadas pela chamada “Máfia do Asfalto”, comandada pelo empresário Olívio Scamatti e que se especializou em fraudar licitações para obras de pavimentação e recapeamento asfáltico, executadas com recursos de convênios firmados entre os municípios e os governos estadual e federal.

Somadas às oito denúncias oferecidas anteriormente, já são 15 denúncias oferecidas contra a quadrilha pela prática de 132 crimes de fraude a licitações, todas decorrentes de convênios firmados com o governo estadual, e que resultaram em danos ao erário da ordem de aproximadamente R$ 17,5 milhões, valor este que também é objeto de pedido de indisponibilidade junto aos patrimônios dos réus.

Além dos empresários que comandavam as empresas que fraudaram as licitações, também são réus os ex-Prefeitos que concorreram para os crimes. Ao todo, já foram denunciadas cerca de 50 pessoas, sendo que muitas delas são rés em diversos processos em comarcas diferentes.

Os crimes objetos das novas denúncias foram praticados nos municípios de Monte Aprazível, Ubarana, Macaubal, Sebastianópolis do Sul, Cândido Rodrigues, Marapoama, Catiguá e Adolfo.

O trabalho desenvolvido pelo GAECO - Núcleo São José do Rio Preto conta com expresso pedido das Promotorias de Justiça das localidades lesadas pelas fraudes e em breve outras denúncias devem ser oferecidas pelo GAECO, em atuação conjunta com outras Promotorias de Justiça.