Link de exemplo

Voltar para Notícias

Tutela Coletiva e Cível

MP reúne Promotores de Justiça para debater infância e juventude

Evento aconteceu sexta-feira e sábado na Escola Superior do MP1

Promotores de Justiça de várias regiões do estado participaram, sexta-feira (23/05) e sábado (24/05), da segunda edição do encontro “Promotorando a Infancitude”, promovido pelo Centro de Apoio Operacional Cível e de Tutela Coletiva (CAO-Cível), em conjunto com a Escola Superior do MP. O evento, aberto pelo Procurador-Geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa, tratou de temas relacionados ao Plano Geral de Atuação do MP-SP, como “a excepcionalidade e brevidade do acolhimento institucional” e a “Construção de um Sistema Socioeducativo em uma atuação integrada e articulada em rede”.

Promotores participam que discutiu questões relacionadas à infância na ESMP

O encontro serviu para discutir ações voltadas o fortalecimento do trabalho em rede e formas de melhorar o atendimento para das crianças e adolescentes acompanhados pelas Promotorias de Justiça.

Dirigido para membros do Ministério Público e integrantes do Núcleo de Assessoria Técnica Psicossocial (NAT), o evento teve em sua programação exposição do Procurador de Justiça Paulo Afonso Garrido de Paula, além da participação e mediação de diversos convidados com atuação na área da infância e juventude.

O Coordenador de Encaminhamento da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Fabiano de Souza Lima, discutiu as formas de aperfeiçoamento do Disque 100 e relatou o modelo de funcionamento do atual sistema (SIMEC). Falou também sobre o novo modelo de programa que deverá ser implantado para adequação do trabalho e na ocasião, os promotores de justiça também puderam relatar as experiências e peculiaridades vivenciadas nas comarcas do interior e Capital. Souza Lima se comprometeu a pleitear junto à Secretaria de Direitos Humanos a disponibilização do novo programa, em São Paulo, para teste, antes do início das atividades, previstas para o início de 2015.