Link de exemplo

Voltar para Notícias

Tutela Coletiva e Cível

Núcleo do GEVID de Taboão da Serra inicia curso para conscientizar agressores de mulheres

Objetivo é reduzir reincidência deste tipo de crime

O Núcleo de Taboão da Serra do Grupo de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID), do Ministério Público, iniciou, na última terça-feira (23/9) o primeiro curso do Projeto Tempo de Despertar, destinado a conscientizar homens que respondem a processos envolvendo situações de violência contra suas esposas, namoradas ou companheiras.

Participaram 22 homens, dos 30 selecionados por uma equipe disciplinar que obteve da Justiça uma medida protetiva para eles. Todos serão acompanhados por seis meses, após o término do projeto, pela equipe multidisciplinar, por meio de encontros mensais e visitas nas residências deles. Ao final do projeto será feita a avaliação individual dos participantes, que será acompanhada de parecer do Ministério Público ao Poder Judiciário, podendo resultar em diminuição da pena dos participantes, no caso de futura condenação.

O projeto é desenvolvido em parceria com o Poder Judiciário, Prefeitura, Secretarias de Saúde, Trabalho e Desenvolvimento, Assistência Social, Segurança Pública e Coordenadoria dos Direitos da Mulher.

No curso são discutidas questões como a evolução histórica sobre os direitos das mulheres, violência de gênero, formas de violência, direito de defesa dos homens, masculinidade, sexualidade, controle da impulsividade, relacionamentos, papel da Polícia, do Ministério Público, da Defensoria Pública e do Poder Judiciário no combata à violência contra a mulher, além de aspectos sobre qualidade de vida e uso de álcool e droga.

Com esse projeto, busca-se a reflexão e a conscientização dos homens em relação aos direitos das mulheres para se evitar a reincidência, segundo explica a Promotora de Justiça Maria Gabriela Prado Manssur, idealizadora da iniciativa.