Link de exemplo

Voltar para Notícias

Criminal

Operação do Gaeco de Sorocaba prende três Policiais Civis envolvidos com facção criminosa

Trio interceptava ligações de bandidos envolvidos com o tráfico de drogas e os extorquiam

O Ministério Público de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Núcleo Sorocaba, deu continuidade na quarta-feira, dia 11/12, às investigações deflagradas no dia anterior, terça-feira, dia 10/12, pela Operação Hamurabi que prendeu integrantes da cúpula da facção criminosa que age nos presídios paulistas.

No curso das investigações, o GAECO apurou que Policiais Civis da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes de Sorocaba – DISE, interceptaram telefones de membros da facção envolvidos com o tráfico de drogas e, a partir das informações recolhidas nas interceptações - provado o envolvimento dos suspeitos no tráfico e no crime organizado - extorquiram os envolvidos, exigindo dinheiro para não implicá-los no comércio clandestino de drogas.

Três dos indivíduos presos na operação na última terça-feira, 10/12, confirmaram aos Promotores de Justiça do Gaeco a extorsão, razão pela qual foram pedidas e decretadas as prisões temporárias de quatro Investigadores de Polícia. Na quarta-feira, dia 11/12, com o apoio de equipes da Corregedoria da Polícia Civil e da Polícia Militar, foi iniciado o cumprimento dos mandados de prisão, e também de busca e apreensão nas casas dos policiais.

Três dos quatro policiais foram localizados e detidos, interrogados e depois encaminhados ao Presídio da Polícia Civil, em São Paulo. O quarto Policial envolvido apresentou-se hoje, sexta-feira, dia 13/12, foi interrogado e também encaminhado ao Presídio da Polícia Civil. Os detidos deverão responder por crimes de formação de quadrilha, violação de sigilo funcional, tráfico de drogas e concussão.