Link de exemplo

Voltar para Notícias

Tutela Coletiva e Cível

Prédios históricos do Centro de SP restaurados por força de TAC firmado com o MP são entregues

Edifícios do Páteo do Colégio abrigam repartições do governo desde 1891

Dois prédios históricos localizados no Páteo do Colégio, no centro de São Paulo, restauradas por força de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público, foram entregues na tarde desta quarta-feira (10). O Procurador-Geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa, participou da solenidade de entrega dos imóveis, realizada na Capela São José de Anchieta, ao lado do Governador do Estado, Geraldo Alckmin; da Secretária de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, Eloísa de Sousa Arruda, e do Padre Carlos Alberto Contieri, Diretor do Páteo do Colégio e do Museu de Arte Sacra dos Jesuítas.

O Governador, o Procurador-Geral, Secretárias de Estado e representantes do escritório responsável pela restauração descerram a fita inaugural

O Governador, o Procurador-Geral, Secretárias de Estado e representantes do escritório responsável pela restauração descerram a fita inaugural

Os dois prédios abrigam repartições do governo paulista desde 1891. Hoje são ocupados pela Secretaria da Justiça. Ambos foram projetados pelo arquiteto Ramos de Azevedo, em estilo neoclássico, e marcam a transição do período colonial para o republicano.

A primeira fase da obra contemplou o restauro das fachadas e dos telhados dos dois imóveis; execução de obras de acessibilidade e, ainda, a elaboração de projetos de restauração e reparo das demais áreas da Secretaria. As obras foram realizadas pela iniciativa privada, sem curtos para o Estado, como resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) articulado pelo Promotor de Justiça do Meio Ambiente da capital José Ismael Lutti.

Ao entregar a obra, o Governador Geraldo Alckmin agradeceu 'o esforço da Secretaria da Justiça, do Ministério Público e do Grupo Bueno Netto' e anunciou que o próximo passo será a restauração do auditório e outros ambientes dos prédios. Para o Governador, a obra tem grande significado para a recuperação do Centro de São Paulo.

O Procurador-Geral, Márcio Elias Rosa, cumprimenta o Governador, Geraldo Alckmin, na solenidade na Capela São José de Anchieta

O Procurador-Geral, Márcio Elias Rosa, cumprimenta o Governador, Geraldo Alckmin, na solenidade na Capela São José de Anchieta

'A devolução desses prédios históricos, restaurados, para São Paulo tem um valor simbólico porque estão no local onde esta grande cidade nasceu', disse a Secretária de Justiça Eloisa de Sousa Arruda, referindo-se ao Páteo do Colégio.

Para o Padre Carlos Alberto Contieri, 'São Paulo merece ter esses prédios restaurados, pois eles possuem uma beleza que remete ao trabalho pela justiça e pela defesa dos cidadãos'.

Também prestigiaram a solenidade a Secretária de Estado da Pessoa com Deficiência, Linamara Batistella; o ex-Procurador-Geral de Justiça Paulo Salvador Frontini; o Subprocurador-Geral de Justiça de Relações Externas, Arnaldo Hossepian Salles Lima Junior; o Conselheiro do Tribunal de Contas Sidnei Beraldo; o Juiz do Tribunal de Justiça Militar Silvio Oyama; Vereadores e outras autoridades.