Link de exemplo

Voltar para Notícias

Administração Superior e Gestão

Ministério Público não vai aderir a ponto facultativo, determina PGJ

Atendimento à população nas dependências da instituição será mantido

Por determinação da Procuradoria-Geral de Justiça, o MPSP não vai aderir ao ponto facultativo nas repartições públicas decretado para esta sexta-feira (24/3) pelo governo do Estado para mitigar os efeitos da greve que afeta o Metrô de São Paulo.

O expediente nas dependências da instituição transcorrerá normalmente para que o atendimento à população seja mantido, mesmo com as dificuldades de deslocamento impostas pela paralisação parcial do transporte coletivo na capital paulista.

Notícias Relacionadas